Home Automobilismo Stock Car Cesar Ramos vence corrida Sprint em Interlagos

Cesar Ramos vence corrida Sprint em Interlagos

84
0
Foto: Duda Bairros/Stock Car

O piloto Cesar Ramos foi o grande vitorioso da corrida Sprint na terceira etapa do campeonato da Stock Car Pro Series disputada em Interlagos. O gaúcho de 34 anos fez novamente o caminho de volta ao topo do pódio, lugar que não frequentava desde a primeira prova da etapa disputada em Goiânia, em agosto do ano passado. O piloto da Ipiranga Racing largou em segundo e travou duelo com Gabriel Casagrande nas voltas iniciais a bordo do seu Toyota Corolla, depois fez bela manobra de ultrapassagem, por fora, superou o atual campeão e partiu para vencer pela terceira vez na categoria.

Felipe Massa largou de sétimo lugar neste sábado, e tal qual fez no Velocitta em março, galgou posições ao longo da prova e assumiu o segundo lugar depois da janela de pit-stops para confirmar minutos depois seu sexto pódio seguido em etapas na Stock Car. E Thiago Camilo completou o top-3 deste sábado, faturando assim seu segundo troféu no ano.

A prova deste sábado rendeu uma marca histórica para a carreira de Daniel Serra, tricampeão da Stock Car. O piloto da Eurofarma RC chegou a 300 corridas na categoria neste sábado no mesmo lugar onde fez sua estreia, em 2007.

Como foi a corrida — Gabriel Casagrande largou na frente da corrida Sprint e puxou a fila em Interlagos para uma largada que foi limpa, mas que mesmo assim rendeu ótimas disputas e até três carros acelerando lado a lado em uma prova que se desenhou muito interessante e ‘pegada’ desde o início.

Desde o início, Casagrande conviveu com a pressão sofrida pelos Toyota Corolla da Ipiranga Racing. Thiago Camilo foi quem primeiro tentou a ultrapassagem, mas foi Cesar Ramos o responsável por uma bela manobra e superar o atual campeão, por fora, na Descida do Lago para assumir a liderança da corrida.

Pouco depois, o safety-car teve de intervir após dois incidentes na sequência: a escapada de Ricardo Maurício e batida de Rubens Barrichello após disputa com Gabriel Robe. E durante a vigência da bandeira amarela, Gabriel Casagrande enfrentou problema em seu carro e ficou parado na pista, vendo sumir as chances de vitória.

A bandeira verde voltou a tremular justamente no momento em que foi aberta a janela para pit-stop obrigatório. Naquele momento, antes de fazer seu pit-stop, Cesar Ramos manteve a liderança da prova. Quem assumiu a ponta após o gaúcho ir para os boxes foi Felipe Massa, seguido por Átila Abreu.

Mas Ramos consolidou a liderança da corrida com o fechamento da janela. Depois que todos os pilotos na pista fizeram suas paradas, o piloto retomou a dianteira, com Massa em segundo e Thiago Camilo em terceiro, em cenário que permaneceu até o fim e determinou o terceiro pódio de corrida Sprint na temporada 2024.

Os melhores do sábado — A vitória de Ramos neste sábado trouxe um misto de alegria, por voltar a vencer, e por dar a volta por cima depois de um período complicado vivido desde a última temporada.

“Parece que foi a primeira vitória [risos]. Vocês sabem que minha fase não estava fácil. Acho que, desde minha última vitória, em Goiânia, sofremos para achar performance. E é duro, esse campeonato é duro, não perdoa o mínimo erro. Essa vitória aqui dá um fôlego pra gente, anima, é uma sensação boa demais. E vitória é vitória, não importa se é na corrida principal ou sprint. Disse que iria usar todos [os pushes, para garantir o primeiro lugar]. Tinha ritmo, mas sabia que não podia vacilar com o push, dá muita diferença. Hoje valeu demais”, comemorou o gaúcho.

Em contrapartida, Massa vive uma fase iluminada iniciada em outubro do ano passado, quando começou uma sequência de pódios na Stock Car, reforçando sua condição de real postulante ao título de 2024. “É sensacional o trabalho que a gente vem fazendo desde a metade do ano passado e até agora. Começamos 2024 de maneira eficiente, conseguindo pódio a cada evento neste campeonato. Terceiro pódio [de 2024], e outros três no fim do ano passado. É assim que a gente tem de seguir, mantendo o trabalho e o foco. É impressionante que eu estava em sexto até a hora do pit-stop. E os carros começaram a parar antes de mim. Foi a hora de usar o push, hora de ter um ritmo forte para conseguir, quem sabe, brigar. O trabalho nos boxes foi maravilhoso, e as coisas aconteceram”, declarou o piloto da TMG Racing.

Por sua vez, Camilo avaliou o resultado como além do esperado pela forma como o três vezes vencedor da Corrida do Milhão iniciou o fim de semana em São Paulo. “Foi um resultado acima da expectativa. Estávamos mal nos treinos de sexta-feira. E a equipe trabalhou bastante hoje pela manhã para achar um acerto melhor para o carro. Sabemos que o campeonato é uma construção, e é importante evoluir e estar sempre entre os três primeiros. Vamos amanhã tentar fazer uma grande corrida e somar bons pontos”, concluiu.

Stock Car, 45 anos — O ponto alto de um fim de semana emblemático pela comemoração dos 45 anos da Stock Car fica para a tarde deste domingo, com a disputa da corrida principal da rodada, o GP ArcelorMittal Interlagos Stock Car, a partir de 12h30 (horário de Brasília). Com 50 minutos de duração e grid definido pela ordem absoluta da sessão classificatória, a prova distribui 80 pontos ao primeiro colocado.

Stock Car Pro Series, temporada 2024

Etapa de Interlagos, corrida Sprint:

1º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), 18 voltas em 33min13s693
2º – Felipe Massa (TMG Racing/Chevrolet Cruze), a 2s103
3º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), a 3s970
4º – Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 5s588
5º – Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 6s616
6º – Nelson Piquet Jr. (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), a 8s597
7º – Júlio Campos (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 10s192
8º – Enzo Elias (Crown Racing/Toyota Corolla), a 10s249
9º – Felipe Baptista (Crown Racing/Toyota Corolla), a 11s430
10º – Marcos Gomes (KTF Sports/Chevrolet Cruze), a 12s239
11º – Átila Abreu (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 13s064
12º – Rafael Suzuki (TMG Racing/Chevrolet Cruze), a 13s843
13º – Lucas Foresti (A.Mattheis Vogel/Chevrolet Cruze), a 15s813
14º – Dudu Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 18s449
15º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 21s833
16º – Zezinho Muggiati (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 22s863
17º – Felipe Fraga (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 23s379
18º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 24s107
19º – Arthur Leist (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 29s603
20º – Gianluca Petecof (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 30s155
21º – Lucas Kohl (WOKIN Garra Racing/Chevrolet Cruze), a 30s458
22º – Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 31s767
23º – Luan Lopes (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), a 31s954
24º – Vitor Baptista (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), a 56s801
25º – Gabriel Robe (WOKIN Garra Racing/Chevrolet Cruze), a 57s191
26º – Gaetano Di Mauro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), a 2 voltas

Não completaram:
Gabriel Casagrande (A.Mattheis Vogel/Chevrolet Cruze), a 14 voltas
Rubens Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 14 voltas
Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 15 voltas

Fonte: Stock Car

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here