Home Automobilismo Stock Car Gaetano Di Mauro vence corrida de aniversário dos 45 anos da Stock...

Gaetano Di Mauro vence corrida de aniversário dos 45 anos da Stock Car

96
0
Foto: Duda Bairros/Stock Car

Ao completar 45 anos de vida, a Stock Car Pro Series deu ao público e aos amantes do automobilismo um grande presente. Com muita emoção, belas disputas e variados duelos por posição, o GP ArcelorMittal Interlagos foi o ponto alto da etapa disputada no ‘templo do esporte a motor brasileiro’. Piloto da Cavaleiro Sports, Gaetano Di Mauro superou inclusive uma quebra de motor no último sábado, deu a volta por cima, passou o pole position Marcos Gomes (KTF Sports) com seu Chevrolet Cruze e faturou a vitória neste domingo (21/04), a segunda da carreira do paulista de 26 anos na Stock Car.

Rafael Suzuki também construiu resultado muito positivo em Interlagos. Vencedor da primeira corrida Sprint do ano, em Goiânia, o piloto largou da oitava colocação e cresceu ao longo da prova, conquistando posições importantes. Depois da janela de pit-stop, Suzuki já era o terceiro e ainda teve ritmo para superar Felipe Baptista (Crown Racing) e conquistar o quinto pódio seguido da TMG Racing na temporada.

Por sua vez, Baptista chegou a flertar com a vitória e lutou com Gaetano na parte final da corrida antes de ter sido ultrapassado por Suzuki para terminar em terceiro, resultado que colocou o jovem de 21 anos como detentor do Troféu Vivo Man of the Race por ter sido o maior pontuador do fim de semana, com 99 tentos na etapa.

Em jornada positiva que marcou seu regresso ao grid da Stock Car, Marcos Gomes foi um dos nomes do fim de semana, com liderança dos treinos livres de sexta-feira, pole position e top-10 da corrida Sprint, no sábado, e o quarto lugar da prova principal da etapa de Interlagos. Outro destaque da rodada paulistana é o eficiente Júlio Campos, que vem pautando sua campanha pela regularidade. Sétimo colocado na Sprint de sábado, o paranaense foi o quinto neste domingo e agora é o líder da temporada 2024 da Stock Car.

Como foi a corrida — Antes da largada, a Stock Car apresentou ao público o protótipo do novo carro que vai estrear em 2025. Ainda sob a base do modelo sedan, o veículo puxou a fila do grid na volta de apresentação em Interlagos.

Marcos Gomes sustentou a liderança depois de ter largado da pole position, enquanto Gaetano Di Mauro permaneceu em segundo após primeira volta bastante limpa. Mas a corrida entregou grandes batalhas logo no começo, como o duelo de gerações entre Ricardo Zonta e Felipe Baptista, que superou o paranaense para assumir a terceira posição, e a disputa entre os companheiros de equipe da Ipiranga Racing, Thiago Camilo e Cesar Ramos.

O top-5 tinha Gomes, Di Mauro, Felipe Baptista, Felipe Massa e Júlio Campos compondo o top-5 antes da abertura da janela para pit-stop obrigatório. Neste período, chamou a atenção a batalha roda a roda com Enzo Elias e Dudu Barrichello. E lá na frente, Gaetano apertou o ritmo e usou os pushes disponíveis para pressionar o líder Marcos Gomes.

A mudança na ponta aconteceu na volta 12. Com grande impulso na Reta Oposta, Gaetano Di Mauro deixou Marquinhos para trás e assumiu a liderança, ainda antes do pit-stop dos dois. O piloto do Chevrolet Cruze #11 da Cavaleiro Sports fez sua parada na volta 15, momento em que Felipe Massa assumiu provisoriamente o primeiro lugar.

Gaetano voltou do pit-stop imediatamente à frente de Felipe Baptista e teve de segurar os ataques do Toyota Corolla da Crown Racing, cenário que permaneceu mesmo depois que Di Mauro retomou de fato a liderança da corrida. Felipe Baptista vinha em segundo e Rafael Suzuki, em terceiro, com Júlio Campos e Marcos Gomes completando a lista dos cinco primeiros após Massa enfrentar problemas.

Depois de ter largado em oitavo lugar, Rafael Suzuki deu sequência à ‘remontada’ e passou Felipe Baptista para assumir a segunda colocação. Só não houve tempo para brigar de fato pela vitória contra um imparável Gaetano Di Mauro, que confirmou a vitória correndo em casa, Interlagos.

A festa do pódio — O vencedor deste domingo não conteve a emoção depois de comemorar o triunfo com sua família. Di Mauro agradeceu por alcançar a conquista em um cenário muito especial. “Vencer aqui em Interlagos é muito especial para mim. Minha primeira corrida no automobilismo foi aqui, meu acidente [na Stock Car] foi aqui, vivi muitas emoções ao longo de todo esse tempo. Estou muito feliz mesmo. Estou aqui por muita garra: vim de muita dificuldade desde o começo da minha carreira, nunca tive nada de especial e sempre batalhei muito para poder chegar até aqui, estar no grid e realizar meu sonho, que é vencer na Stock Car. Isso mostra toda a minha força de vontade, tudo o que eu quero conquistar, e acho que há muito mais por vir. Estamos no começo de tudo”, declarou Gaetano.

Rafael Suzuki analisou o resultado e a forma como cresceu no grid para terminar novamente no pódio nesta temporada. “A gente espera fazer sempre a melhor corrida possível, mas, largando de oitavo, não esperávamos subir tanto. Acho que o segredo foi cuidar dos pneus e guardá-los para a corrida principal. Foram os melhores que a gente tinha. E isso fez uma baita diferença. Conseguimos manter um nível de performance numa corrida longa por mais voltas. Outro fator importante foram os pushes, que quase não usei ontem. E hoje, ainda mais ganhando o FanPush, tinha um número praticamente máximo. Fez muita diferença nas ultrapassagens, além, claro, do pit-stop que fizemos”, comentou.

Felipe Baptista também sai de Interlagos com sentimento de dever cumprido. “Conseguimos fazer um trabalho fantástico. Ontem cometemos alguns erros ali no acerto, mas os identificamos e melhoramos muito o carro, que estava muito bom. Tínhamos ritmo ali até para ganhar a corrida, mas o Gaetano fez um grande trabalho, administrou muito bem a diferença e usou os pushes de maneira muito melhor. Tínhamos poucos pushes para hoje, então fiquei sem ritmo no fim. Mas todo o time trabalhou bem demais. Quero agradecer ao William Lube, que tem feito um ótimo trabalho e entregou um carro maravilhoso”, declarou o Man of the Race da etapa.

Júlio Campos lidera — Com os resultados deste fim de semana em São Paulo, o experiente piloto da Pole Motorsport soma agora 198 pontos, computados os tentos da etapa de Goiânia e de Interlagos. Felipe Baptista soma 193 e é o segundo, enquanto Rafael Suzuki subiu para terceiro, com 178. Felipe Massa acumula 157 e é o quarto, enquanto Ricardo Zonta tem 146, na quinta posição.

Thiago Camilo tem 143 pontos, um a mais que o atual campeão, Gabriel Casagrande. Lucas Foresti aparece em oitavo no campeonato, com 132, à frente de Átila Abreu, com 130. Enzo Elias completa a relação dos dez primeiros da tabela de pontos, com 124.

A temporada 2024 da Stock Car volta a acelerar entre 17 e 19 de maio para a disputa da etapa de Cascavel (PR), no Autódromo Internacional Zilmar Beux.

Stock Car, temporada 2024

Etapa de Interlagos, GP ArcelorMittal Interlagos Stock Car:

1º – Gaetano Di Mauro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), 30 voltas em 52min05s992
2º – Rafael Suzuki (TMG Racing/Chevrolet Cruze), a 3s709
3º – Felipe Baptista (Crown Racing/Toyota Corolla), a 5s062
4º – Marcos Gomes (KTF Sports/Chevrolet Cruze), a 8s860
5º – Júlio Campos (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 16s214
6º – Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 20s960
7º – Átila Abreu (Pole Motorsport/Chevrolet Cruze), a 23s008
8º – Felipe Fraga (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 23s202
9º – Dudu Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 27s051
10º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), a 28s469
11º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 30s598
12º – Enzo Elias (Crown Racing/Toyota Corolla), a 31s482
13º – Gabriel Casagrande (A.Mattheis Vogel/Chevrolet Cruze), a 33s920
14º – Vitor Baptista (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), a 35s420
15º – Felipe Massa (TMG Racing/Chevrolet Cruze), a 33s520
16º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 36s229
17º – Lucas Foresti (A.Mattheis Vogel/Chevrolet Cruze), a 40s463
18º – Rubens Barrichello (Mobil Ale Full Time/Toyota Corolla), a 41s254
19º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 50s940
20º – Nelson Piquet Jr. (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze), a 53s600
21º – Gabriel Robe (WOKIN Garra Racing/Chevrolet Cruze), a 53s924
22º – Gianluca Petecof (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 56s239
23º – Arthur Leist (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 1min01s125
24º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla), a 1min02s361
25º – Lucas Kohl (WOKIN Garra Racing/Chevrolet Cruze), a 1min03s468
26º – Luan Lopes (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), a 1min35s176
27º – Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 1 volta
28º – Zezinho Muggiati (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 3 voltas

Não completou:
Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 18 voltas

Classificação do campeonato:
1º – Júlio Campos, 198
2º – Felipe Baptista, 193
3º – Rafael Suzuki, 178
4º – Felipe Massa, 157
5º – Ricardo Zonta, 146
6º – Thiago Camilo, 143
7º – Gabriel Casagrande, 142
8º – Lucas Foresti, 132
9º – Átila Abreu, 130
10º – Enzo Elias, 124
11º – Dudu Barrichello, 119
12º – Cesar Ramos, 115
13º – Guilherme Salas, 113
14º – Gaetano Di Mauro, 101
15º – Rubens Barrichello, 99
16º – Bruno Baptista, 97
17º – Marcos Gomes, 94
18º – Nelson Piquet Jr., 93
19º – Felipe Fraga, 75
20º – Zezinho Muggiati, 74
21º – Allam Khodair, 72
22º – Ricardo Maurício, 67
23º – Arthur Leist, 57
24º – Gianluca Petecof, 49
25º – Daniel Serra, 40
26º – Lucas Kohl, 40
27º – Gabriel Robe, 40
28º – Vitor Baptista, 35
29º – Cacá Bueno, 33
30º – Luan Lopes, 16
31º – Raphael Teixeira, 7

Stock Car Pro Series, temporada 2024, calendário:
Etapa / Data / Local
1ª – 03/03 – Goiânia (GO)
2ª – 24/03 – Velocitta (SP)
3ª – 21/04 – Interlagos (SP)
4ª – 19/05 – Cascavel (PR)
5ª – 30/06 – Velocitta (SP)
6ª – 28/07 – Goiânia (GO)
7ª – 18/08 – Belo Horizonte (MG) *
8ª – 08/09 – Santa Cruz do Sul (RS) *
9ª – 06/10 – Argentina
10ª – 27/10 – Velopark (RS)/Uruguai
11ª – 24/11 – Brasília (DF)
12ª – 15/12 – Interlagos (SP)

Fonte: Stock Car

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here