Apenas uma questão de tempo para Lewis Hamilton ser campeão da F1...

Apenas uma questão de tempo para Lewis Hamilton ser campeão da F1 em 2018?

58
0
RSS Feed

Após uma combinação de erros de Sebastian Vettel e Ferrari nas etapas anteriores, em Sochi a equipe Mercedes confirma que a dominação permanece, inclusive não apenas com Hamilton, mas também com Bottas. A Ferrari, especialmente através de Vettel, teve oportunidades desperdiçadas de forma evidente e no GP da Rússia não encontrou muitas opções para superar a rival. Lewis Hamiltom termina a corrida no lugar mais alto do pódio, com Valtteri Bottas em segundo e Sebastian Vettel completando o pódio em terceiro.

O destaque entre os pilotos foi Max Verstappen, que largou em 19º e em menos de 10 voltas já estava em quinto. Com as paradas da Mercedes e Ferrari, Verstappen passa a liderar a prova por muitas voltas, até o momento que foi obrigado a parar e no final terminando na quinta posição.

A grande vergonha foi demonstrada pela atitude da equipe Mercedes, que através do rádio instruiu Bottas a dar passagem para Hamilton ultrapassá-lo e naquele momento assumir a segunda colocação na corrida, pois Vettel poderia ameaçar e complicar o resultado final do britânico. Já no final, quando não sofriam mais ameaças para a dobradinha de equipe, a Mercedes rejeitou a possibilidade de Bottas retomar a posição, permanecendo um clima bem desagradável num ambiente que deveria ser competitivo, apesar da estratégia de equipe aparentemente aceitável por meio de instruções no rádio.

Lewis Hamilton abre 50 pontos na liderança do campeonato para Sebastian Vettel, tornando a disputa quase impossível para o alemão, até porque a Ferrari não demonstra esta capacidade nas provas em que Vettel não comete erros. Faltando 5 etapas para a conclusão da F1 em 2018, a probabilidade é que o campeão seja conhecido antes da última etapa.

Confira a classificação final:

1 – Lewis Hamilton (Mercedes/Grã-Bretanha)
2 – Valtteri Bottas (Mercedes/Finlândia)
3 – Sebastian Vettel (Ferrari/Alemanha)
4 – Kimi Raikkonen (Ferrari/Finlândia)
5 – Max Verstappen (Red Bull/Holanda)
6 – Daniel Ricciardo (Red Bull/Austrália)
7 – Charles Leclerc (Sauber/França)
8 – Kevin Magnussen (Haas/Dinamarca)
9 – Esteban Ocon (Force India/França)
10 – Sergio Pérez (Force India/México)
11 – Romain Grosjean (Hass/França)
12 – Nico Hulkenberg (Renault/Alemanha)
13 – Marcus Ericsson (Sauber/Suécia)
14 – Fernando Alonso (McLaren/Espanha)
15 – Lance Stroll (Williams/Canadá)
16 – Stoffel Vandoorne (McLaren/Bélgica)
17 – Carlos Sainz (Renault/Espanha)
18 – Sergey Sirotkin (Williams/Rússia)

Abandonaram a prova:
Pierre Gasly (Toro Rosso/França)
Brendon Hartley (Toro Rosso/Austrália)

A próxima etapa será o GP do Japão em Suzuka já no próximo final de semana (07/10).

RSS Feed

DEIXE UM COMENTÁRIO