‘Arrivederci’ Arrivabene e ‘Benvenuto’ Binotto na Ferrari

‘Arrivederci’ Arrivabene e ‘Benvenuto’ Binotto na Ferrari

60
0
RSS Feed

A equipe Ferrari anunciou oficialmente que Maurizio Arrivabene deixa o cargo de chefe da equipe de Fórmula 1, sendo substituído pelo diretor técnico Mattia Binotto para a temporada 2019. Arrivabene deixa a Ferrari, após meses de uma guerra interna de poder entre o italiano e Mattia Binotto. “Após quatro anos de compromisso incansável e dedicação, Maurizio Arrivabene deixa a equipe. A decisão foi tomada junto com a diretoria da empresa após conversas profundas sobre os interesses pessoais de longo prazo de Maurizio e os da própria equipe”, diz o informe da Scuderia.

“A Ferrari gostaria de agradecer a Maurizio por sua contribuição valiosa para o aumento da competitividade da equipe ao longo dos anos e desejar-lhe boa sorte em seus futuros empreendimentos. Com efeito imediato, Mattia Binotto ocupará o cargo de diretor da equipe. O departamento técnico tem a obrigação de continuar mantendo a Matia informado do progresso”, acrescentaram.

Binotto passou toda a sua vida profissional ligada à Ferrari, sendo a pessoa que Sergio Marchionne acreditava que seria ideal para a Ferrari voltar às vitórias. Binotto nasceu na Suíça e formou-se em 1994 na Universidade Politécnica de Lausanne em engenharia. Após cursar mestrado em engenharia automobilística em Modena, se tornou parte da estrutura da Ferrari no ano seguinte e, desde então, vem subindo no organograma de Maranello.

Inicialmente Binotto foi engenheiro de testes, cargo que ocupou até 2003, antes de passar para a equipe de corridas em 2004 e se tornar engenheiro-chefe em 2007. Em 2009 foi diretor de motor e KERS e, em 2013, Binotto já era diretor adjunto de motor e eletrônica da Ferrari, além de responsável pelas operações da unidade de potência. Desde julho de 2016, Binotto foi diretor técnico da Ferrari e a partir de hoje, chefe ou diretor máximo da equipe italiana.

Pouco mais de um mês para a apresentação do carro 2019 da Ferrari, a Scuderia encerra sua relação com Maurizio Arrivabene, que substituiu Marco Mattiacci em novembro de 2014. Até aquele ano, provavelmente quase nenhum fã da F1 o conhecia, mas ele estava ligado à Ferrari há anos.

Antes de chegar ao cargo de chefe na Ferrari, Arrivabene foi um dos líderes de comunicação e marketing da Philip Morris, patrocinadora histórica da Ferrari. Desde 2010, ele estava nas pistas com a Ferrari como representante do patrocinador da Scuderia, até que ao final de 2014, quando Marchionne confiou nele para estar adiante da equipe italiana.

Havia rumores de que Arrivabene trocaria a Ferrari pelo time de futebol italiano Juventus e substituiria Giuseppe Marotta como novo CEO. Agora, tendo confirmado sua partida da Scuderia, seus futuros projetos são desconhecidos.

 

Fonte: Ferrari e Soymotor
Foto: Gasperotti/Sutton Images

RSS Feed

DEIXE UM COMENTÁRIO